Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > Agência consulta comunidade acadêmica sobre Minuta de Resolução.

Notícias

Agência consulta comunidade acadêmica sobre Minuta de Resolução.

LEI DE INOVAÇÃO NA UFPB EM FOCO.

publicado: 11/08/2016 15h20 última modificação: 11/08/2016 15h36
A INOVA-UFPB disponibiliza Minuta da Lei de Inovação da UFPB para que os alunos e os servidores, docentes e técnicos-administrativos, possam consultar e propor sugestões para aprimorar o documento.

Por Petrônio F. Athayde Filho

A INOVA-UFPB disponibiliza Minuta da Lei de Inovação da UFPB para que os alunos e os servidores, docentes e técnicos-administrativos, possam consultar e propor sugestões para aprimorar o documento. A comunidade acadêmica terá um prazo de trinta dias (do dia 11/08 até o dia 11/09) para enviar sugestões. Após, a Agência irá avaliar e retificar o que for preciso para que a Minuta possa ser encaminhada para a SODS e seguir para votação. 

Segundo o Diretor de Propriedade Intelectual da Agência, "após a Lei de Inovação (Lei nº 10.973/2004) as universidades necessitaram imperiosamente gerir todas as suas criações tecnológicas oriundas de suas pesquisas acadêmicas. Isso permitiu tanto a proteção como a transferência dessas invenções de modo a fomentar inovações que possam beneficiar toda a sociedade, bem como o meio ambiente. Outras universidades do País, a exemplo da UFMG, já firmaram parcerias que geraram benefícios inovadores nacionais como é o caso da vacina anti-leishmaniose para animais, a Leish-Tec®. A invenção foi originada na UFMG ainda em 2004, em seguida foi desenvolvida em parceria com a empresa Hertape e, finalmente, licenciada para que a empresa produzisse e comercializasse. Como contrapartida a empresa repassa os royalties para a universidade de modo que fomente novas pesquisas e melhore a sua infraestrutura. Semelhantemente a UFPB também já detém muitas tecnologias protegidas e grupos de pesquisas em áreas estratégicas que podem corroborar para o avanço nacional em termos de inovação. Contudo, a ausência de uma regulamentação interna clara tem prejudicado muitos processos de licenciamento, fora travar a incubação de startups e a criação de spin offs", destaca.

Assim, considerando os atuais avanços no Código Brasileiro de Inovação; em particular o Novo Marco Legal da Pesquisa, Ciência e Inovação (Lei nº 13.242/2016); a UFPB necessita de forma urgente regulamentar a matéria em âmbito universitário. Isso irá permitir o aumento da eficiência e do alcance de nossas pesquisas para sanar problemáticas sócio-ambientais. Contamos com a participação de toda a comunidade acadêmica. O download do arquivo de texto pode ser feito abaixo. 

Conteúdo
Regulamento_Minuta_Lei de Inovacao-2016_Avaliacao.pdf by Cleverton R. Fernandes — last modified 11/08/2016 15h35