Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > Palestrantes

Palestrantes

por WIDaT publicado 03/08/2018 11h32, última modificação 27/09/2018 10h06

Ana Alice Baptista

Ana Alice BaptistaAna Alice Baptista é professora no Departamento de Sistemas de Informação e investigadora no centro ALGORITMI, ambos da Universidade do Minho. Licenciou-se em Engª de Sistemas e Informática, tem mestrado em Informática de gestão e doutoramento em Tecnologias e Sistemas de Informação. Foi presidente do conselho de administração da  Dublin Core Metadata Initiative (DCMI) e atualmente coordena o DCMI Education & Outreach Committee. É membro da comissão executiva da série de conferências Elpub. Geriu e participou em vários projetos de I&D e foi avaliadora de propostas de projectos no âmbito do FP7. É autora ou co-autora de mais de 60 artigos científicos e as suas áreas principais de interesse incluem Metadados, Linked Open Data e o movimento Open em geral. Informação adicional em http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=4103065722022437



Bernardina Maria Juvenal Freire de Oliveira

Bernadina Maria FreireDoutora em Letras pela Universidade Federal da Paraíba, Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (1999), Especialista em Organização de Arquivos, Especialista em Administração da Educação a Distância, Graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Professora adjunta da Universidade Federal da Paraíba. Ex-coordenadora do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba. Na pós-graduação em Ciência da Informação leciona a disciplina Memória e Identidade. Atua ainda junto ao Programa de Pós-Graduação em Organizações Aprendentes (MPGOA) ministrando a Disciplina Pesquisa Qualitativa. Orientadora nos dois Programas em nível de mestrado e Doutorado. EX- Vice-coordenadora do MPGOA. Na graduação atua como professora dos Cursos de Graduação em Arquivologia e Biblioteconomia, especificamente nas disciplinas de: História da Leitura e dos Registros do Conhecimento; Representação Descritiva da Informação Arquivística II (Documentos Especiais) e Legislação Arquivística. Experiência na área de História cultural e memória, com ênfase na produção e circulação de suportes de leitura. Na pós-graduação atua nas seguintes temáticas: Informação, memória e patrimônio cultural; Arquivo, memória e identidade; Cultura material e memória; Escrita de si; Redes sociais e Memória literária. Ex-coordenadora Nacional do Grupo de Trabalho Informação e Memória da Associação Nacional de Pesquisadores em Ciência da Informação (ANCIB); Presidente da Academia Feminina de Letras e Artes da Paraíba. Atualmente é Vice-Reitora da Universidade Federal da Paraíba.


Guilherme Ataíde Dias

Guilherme Ataíde Dias

Doutor em Ciência da Informação (Ciências da Comunicação) pela Universidade de São Paulo - USP (2003). Pós-Doutor pela UNESP (2011). Mestre em Organization & Management pela Central Connecticut State University - CCSU (1995). Graduado em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB Campus II. Atualmente é professor Associado IV na Universidade Federal da Paraíba e lotado no Departamento de Ciência da Informação. Está envolvido com a Pós-graduação na qualidade de membro permanente do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação e do Programa  de Pós-graduação em Gestão nas Organizações Aprendentes ambos da UFPB. Possui interesses de pesquisa nas seguintes temáticas: Representação do Conhecimento; Arquitetura da Informação; Segurança da Informação; Tecnologias da Informação e Comunicação; Informação em Saúde; Redes Sociais; Software Livre; Direito, Ética e Propriedade Intelectual no Ciberespaço; Gestão de Dados Científicos; Informação Jurídica. Atualmente é Bolsista de Produtividade em Pesquisa (PQ) do CNPq.


Luana Farias Sales Marques

Luana Sales

Doutora em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação do IBICT/UFRJ (2011-2014). Mestre em Ciência da Informação pelo convênio UFF/IBICT (2004-2006), Graduação em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal Fluminense (2003). Atuou como Analista em C & T da CNEN, no Instituto de Engenharia Nuclear, participando da criação da linha de pesquisa de Gestão do Conhecimento Nuclear. Atuou ainda como docente do curso de graduação em Biblioteconomia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro ? UNIRIO e Universidade Federal Fluminense, ministrando disciplinas relacionadas à Organização do Conhecimento. Atualmente é Analista em C & T do MCTIC/IBICT, atuando como docente do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação do convênio IBICT-UFRJ. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Organização e Representação do Conhecimento e Recuperação de Informações, atuando principalmente nos seguintes temas: Taxonomias, Ontologias, Vocabulários Controlados, Tesauros, Terminologia e Software de Tesauro. Possui interesse em tópicos ligados à Comunicação Científica, Tecnologia de Informação e Gestão do Conhecimento e desenvolve pesquisas especificamente nas temáticas de e-Science, curadoria digital de dados de pesquisa, biblioteca digital, metadados, repositórios institucionais, repositórios de dados, Sistemas CRIS e objetos digitais


Luis Fernando Sayão

Luís Sayão

Possui graduação em Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1978), mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/Instituto Brasileiro de Informação em Coência e Tecnologia (UFRJ/IBICT) e doutorado em Ciência da Informação pela UFRJ/IBICT (1994). Trabalha desde 1980 na Comissão Nacional de Energia Nuclear onde já exerceu os cargos de: chefe do Centro de Informções Nucleares (CIN); chefe da Divisão de Tecnologia da Informação; coordenador-geral de Informática; representante do Brasil no INIS - International Nuclear Information System (AIEA/ONU); coordenador-geral da RRIAN - Red Regional de Información en el Área Nuclear. É conselheiro do CONARQ - Conselho Nacional de Arquivos, membro do Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos do CONARQ; docente do Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia da UNIRIO - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiroe e do Programa de Pós-Graduação em Memória e Acervos da Fundação Casa de Rui Barbosa. Foi membro do Comitê Técnico-Científico do IBICT e da Comissão de Ensino da CNEN. Tem como áreas de interesse: bibliotecas digitais, publicações eletrônicas, interoperabilidade, bases de dados, curadoria de dados de pesquisa e preservação digital.


Marcos Vinícius Ferreira Cesário

Marcos Vinicius

Possui graduação em Direito pela Universidade Estadual da Paraíba (2009), sendo Especialista em Gestão Pública também pela UEPB, além de, atualmente, ser aluno do Mestrado Profissional em Gestão das Organizações Aprendentes pela Universidade Federal da Paraíba. Atualmente é Servidor Público efetivo do Ministério Público da Paraíba, ocupando o cargo de Diretor Administrativo da instituição. No MPPB, também já ocupou os cargos de Chefe do Departamento de Assessoria Jurídica, Diretor de Planejamento Orçamentário e Diretor Financeiro, além de ter sido Membro da Comissão Organizadora do III Concurso para Provimento de Cargos no Quadro de Serviços Auxiliares do MPPB. Junto ao Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento da Paraíba, participou, na qualidade de Consultor Jurídico, do Concurso Público Nacional de Anteprojetos Arquitetônicos para a Contratação do Projeto Arquitetônico do Ministério Público da Paraíba em João Pessoa. Foi nomeado pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região para exercer o cargo efetivo de Técnico Judiciário, após aprovação em concurso público, conforme Diário Oficial da União de 23 de março de 2012. Atualmente, foi designado pelo Conselho Nacional do Ministério Público como Coordenador do Comitê de Políticas de Gestão Administrativa, órgão integrante do Fórum Nacional de Gestão. Também é professor de Direito Administrativo do Curso de Formação de Oficiais e da Especialização em Segurança Pública, ambos da Polícia Militar do Estado da Paraíba, tendo atuado também como Professor de Gestão de Contratos e Convênios no MBA em Gestão Pública do Centro Universitário de João Pessoa – UNIPE. Atua como um dos coordenadores gerais do “Hackfest Contra a Corrupção”, projeto desenvolvido pelo MPPB e outros parceiros, cujo cerne é a utilização de dados abertos para a fiscalização da gestão pública, através da realização de maratonas de programação.

Maurício Barcellos Almeida

Maurício Barcellos

Doutor em Ciência da Informação (UFMG), com pós-doutorado pela State University of New York, Mestre em Ciência da Informação (UFMG), Especialista em Administração (UNA), Especialista em Engenharia de Software (PUCMINAS), graduado em Engenharia Civil (UFMG), possui ainda o título Microsoft System Engineer. Atualmente é Professor Associado da UFMG, Depto de Teoria e Gestão da Informação, onde mantém pesquisas em Representação do Conhecimento. Os principais interesses de pesquisa são ontologia aplicada, vocabulários biomédicos e legais, sistemas de informação e modelos organizacionais. Além da atuação acadêmica, tem atuado como consultor em instituições públicas.


Miguel Isoni Junior

Miguel Isoni

Miguel é bacharel e mestre com Distinção e Louvor em Administração pela Universidade Federal da Paraíba. Desde dezembro de 2008, é membro e pesquisador do Global Technology, Information & Society (GTIS). Ex-Professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo. Atualmente, Miguel é co-fundador e CMO (Chief Marketing Officer) da AXONDATA Tecnologia Analítica LTDA. A AXONDATA é uma startup dedicada ao desenvolvimento de produtos e soluções de tecnologia em Inteligência Artificial. A AXONDATA é um Centro de Excelência INTEL® em Inteligência Artificial e, desde agosto de 2018, faz parte do programa global INTEL® AI Builders. A empresa é formada por mestres e doutores titulados nas melhores universidades do Brasil e do mundo. As três grandes áreas que formam os pilares da AXONDATA são: Inteligência Artificial (IA); Better Data; e Computação de Alto Desempenho (HPC). Dentre os clientes da AXONDATA, destacam-se: INTEL; KPMG; Banco Cetelem (BNP Paribas); LOCAWEB CORP; BioBureau; Grupo Sequoia; CIELO; TIVIT; TecBan (Banco 24 Horas); Enjoei.com; Check OK; Agência BITES; Reachr; e MFMti. Em julho de 2018, Miguel ainda fundou o FABWORK Empreendedorismo Exponencial, em João Pessoa, PB.


Moisés Lima Dutra

Moisés Lima Dutra

Professor Adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Ciência da Informação. Doutor em Computação pela Universidade de Lyon 1, França (2009). Mestre em Engenharia Elétrica, subárea Automação e Sistemas (2005) e Bacharel em Computação (1998) pela Universidade Federal de Santa Catarina. Suas atuais linhas de pesquisa estão relacionadas a Inteligência Artificial Aplicada (Machine Learning, Deep Learning, Web Semântica, Linked Data) e a Data Science (Big Data, Text Mining, IoT). Está vinculado ao grupo de pesquisa ITI-RG (Inteligência, Tecnologia e Informação - Research Group).


Pedro Luiz Pizzigatti Corrêa

Pedro CorrêaPossui graduação em Ciência da Computação pela Universidade de São Paulo (1987), mestrado em Ciência da Computação e Matemática Computacional pela Universidade de São Paulo (1992), doutorado em Engenharia Elétrica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (2002), pós-doutoramento em Data Science na University of Tennessee (2015) e Livre Docência pela Universidade de São Paulo (2017). Atualmente é Livre Docente do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Banco de Dados Distribuídos, atuando principalmente nos seguintes temas: banco de dados, Ciência dos Dados, modelagem de sistemas computacionais, arquitetura de sistemas distribuídos, computação e biodiversidade, automação agrícola e governo eletrônico.

 

Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos

Plácida Santos Livre-docente em Catalogação pela UNESP (2010), doutora em Letras - Semiótica e Lingüística Geral pela FFLCH/USP (1994), mestre em Ciência da Informação pela PUC de Campinas (1983) e bacharel em Biblioteconomia pela UNESP (1980). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da FFC/UNESP, na linha de pesquisa Informação e Tecnologia. Vice-Lider do Grupo de Pesquisa ? Novas Tecnologias em Informação (GP-NTI). Desenvolve suas pesquisas nas temáticas: Metadados, Catalogação e Tecnologias, Intersemiose Digital, Redes de Informação, Mapa do Conhecimento Humano. Pesquisadora CNPq, coordenadora do GT8 - Informação e Tecnologia, da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação - Ancib (2013-2016). Editora da revista Informação & Tecnologia (Itec), membro do corpo editorial das revistas Brazilian Journal of Information Science: research trends e Revista Eletrônica Informação e Cognição. Parecerista ad hoc de agências de fomento e de periódicos científicos, participa como revisora e como membro de Comitês Científicos de periódicos científicos em Ciência da Informação no Brasil e no exterior. Membro da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação ? ANCIB e membro da Diretoria da Sociedade Brasileira de Ciência Cognitiva ? SBCC.


Ricardo Cesar Gonçalves Sant'Ana

Ricardo SantanaProfessor adjunto da Universidade Estadual Paulista - UNESP, Faculdade de Ciências e Engenharias - FCE, Campus de Tupã, em regime de dedicação exclusiva, onde é Coordenador Local do CENEPP-Centro de Estudos e Práticas Pedagógicas e Ouvidor Local. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista, Campus de Marília. Graduado em Matemática e Pedagogia, Mestrado em Ciência da Informação (2002), Doutorado em Ciência da Informação (2008) e Livre-Docente em Sistemas de Informações Gerenciais pela UNESP (2017). Possui especializações em Orientação à Objetos (1996) e Gestão de Sistemas de Informação (1998). Parecerista ad hoc de periódicos e de agências de fomento. Membro do Grupo de Pesquisa - Novas Tecnologias em Informação GPNTI-UNESP. Tem experiência na área de Ciência da Computação, atualmente realiza pesquisas com foco em: ciência da informação e tecnologia da informação, investigando temas ligados ao Ciclo de Vida dos Dados, Transparência e ao Fluxo Informacional em Cadeias Produtivas. Atuou como professor na Faccat Faculdade de Ciências Contábeis e Administração de Tupã, onde coordenou curso de Administração com Habilitação em Análise de Sistemas por dez anos e o curso de Licenciatura em Computação. Atuou no setor privado como consultor, integrador e pesquisador de novas tecnologias informacionais de 1988 a 2004.