Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > Mobilidade > Incoming - foreign students > Medicina

Medicina

por Caio Martino publicado 30/05/2016 12h21, última modificação 30/05/2018 10h05
Importante: Internato/Práticas em Medicina

English Version.pngCandidaturas para Internato/Práticas em Medicina

Devido à capacidade reduzida da Faculdade de Medicina da UFPB em acomodar adequadamente alunos estrangeiros em seu programa de Internato/Prática,  a coordenação de rodízio do curso de medicina da UFPB determinou que, a partir de julho de 2017, as vagas destinadas a alunos estrangeiros no programa de Internato/Prática estarão limitadas a um número restrito de parceiros, delimitando –  inclusive – a quantidade de alunos de cada instituição que poderá ser aceita por semestre, até segunda ordem.

Portanto, neste momento, as universidades estrangeiras que mantêm Acordo bilateral de cooperação acadêmica e que poderão enviar alunos ao curso de medicina, entre outros, são as seguintes:

Universidade do Porto (ICBAS); Universidade da Beira Interior; Universidade de Coimbra; Ludwig Maximilian Universität

Os candidatos a Internato/Práticas em Medicina devem estar cientes das seguintes condições:

  • A AAI repassará à coordenação do Curso de Medicina todas as candidaturas para um determinado semestre em conjunto, imediatamente após a data limite informada para o envio de candidaturas ou, na melhor hipótese, assim que todas as candidaturas esperadas para aquele período tenham sido recebidas. Portanto, a expedição da carta de aceitação somente poderá ser antecipada nos casos em que todas as candidaturas nos cheguem antecipadamente.
  • Embora os internatos não obedeçam necessariamente ao calendário acadêmico, é importante que as datas das candidaturas encaminhadas se enquadrem em um semestre específico (1º, 2º, ou 1º + 2º). Além de facilitar a acomodação de todos, essa indicação evita que aloquemos os alunos em semestres que eles não desejam/podem estar no Brasil.
  • Os módulos iniciam-se sempre no primeiro dia de cada mês, independente do dia da semana. Portanto, os candidatos devem levar isso em consideração para fins de chegada a João Pessoa e início dos trabalhos na UFPB.
  • Os módulos de rodízio devem ser cumpridos na sua íntegra, sem possibilidade de redução de carga de trabalho ou quebra. Desse modo, o aluno deve se encaixar no seguinte padrão:

a) uma semana de internato compreende 48 horas de trabalho semanal, sendo 8 horas por dia, de segunda-feira a sábado.
b) o aluno deve indicar, no seu plano/acordo de estudos a quantidade de horas/semanas que deseja/necessita permanecer em cada rodízio, adequando-se a uma dessas 3 possibilidades: 4 semanas (192 horas); 8 semanas (384 horas); 16 semanas (768 horas).

  • Devido à carga de trabalho no internato, não é possível combinar atividades no internato e aulas teórico-práticas (sala de aula); no entanto, cada mês de internato contempla 12 horas de trabalho teórico.
  • O número de candidatos que desejem se matricular somente em disciplinas teórico-práticas (sem internato incluso) não está limitado e, portanto, nesse caso, as candidaturas poderão ser avaliadas no momento em que chegarem à AAI e a carta de aceitação poderá ser emitida individualmente.
  • A aceitação de quaisquer candidatos caberá ao Coordenador de estágio da Faculdade de Medicina/UFPB.