Você está aqui: Página Inicial > Contents > Destaques > UFPB é líder no país em depósito de patentes
conteúdo

Notícias

UFPB é líder no país em depósito de patentes

Ao todo, são 92 pedidos efetivados no ano passado
publicado: 16/03/2018 12h23, última modificação: 11/10/2019 04h18
Equipe da Inova ensina pesquisadores a proteger e vender ciência e tecnologia . Crédito: Divulgação

Equipe da Inova ensina pesquisadores a proteger e vender ciência e tecnologia . Crédito: Divulgação

Segundo o banco de dados do Instituto Nacional da Propriedade Industrial  (INPI), referente ano passado, a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) está na liderança em depósito de patentes no país, com 92 pedidos efetivados. No acumulado da última década, entre 2008 e 2017, é uma das dez instituições com mais pedidos de patentes vigentes, sendo 187 garantidos até então.

No ranking do INPI de 2018, referente aos resultados das ações do ano anterior, a UFPB ficou na 4ª colocação. Das dez instituições que mais depositaram, nove eram universidades e apenas uma empresa privada, a CNH, subsidiária brasileira da fabricante de tratores New Holland. O ranking 2019 ainda não foi divulgado oficialmente pelo INPI.

Segundo a Agência de Inovação Tecnológica (Inova) da UFPB, nos últimos anos, as universidades brasileiras foram impulsionadas por uma política nacional de inovação tecnológica e isso possibilitou o aumento no número dos pedidos de patentes.

Conforme o Ranking Universitário Folha (RUF), em 2012, cerca de metade das instituições de ensino do país não tinha um único pedido de patente depositado. Já em 2018, esse quantitativo caiu drasticamente e apenas um quarto permanece na estaca zero.

Para a Inova, esses resultados favoráveis para o Brasil são fruto de políticas em prol da inovação tecnológica, todas regulamentadas por leis como a Lei de Inovação (Lei Nº 10.973/2004) e o Novo Marco Legal (Lei Nº 13.243/2016).

Com o fator legislativo, para a Inova, houve um esforço considerável promovido pelos Núcleos de Inovação Tecnológica de cada instituição (universidades) para disseminar a cultura da proteção da propriedade intelectual e do incentivo à inovação tecnológica.

Ascom/UFPB