Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > UFPB amplia complexo de laboratórios para ajudar produtores rurais
conteúdo

Notícias

UFPB amplia complexo de laboratórios para ajudar produtores rurais

Análise do solo e do tecido vegetal são requisitos para financiamento agrícola
publicado: 26/11/2019 20h16, última modificação: 26/11/2019 20h16
A Fazenda Experimental Chã-de-Jardim fica a 3 km do campus II da UFPB, em Areia. Crédito: Divulgação

A Fazenda Experimental Chã-de-Jardim fica a 3 km do campus II da UFPB, em Areia. Crédito: Divulgação

Unidade avançada do Instituto UFPB de Desenvolvimento da Paraíba (Idep) na Fazenda Experimental Chã-de-Jardim, no campus II, em Areia, está reformando e ampliando complexo de laboratórios para ajudar produtores rurais da região.

No espaço de 844 m², dividido em dois pavimentos, será realizada análise do solo e do tecido vegetal das propriedades rurais, requisitos para financiamento agrícola e uma das principais demandas dos agricultores hoje. As obras devem ser concluídas no primeiro semestre do ano que vem.

Os laboratórios também deverão emitirão laudos sobre a qualidade das águas para irrigação e consumo humano, além ofertar planejamento para implantação de unidades produtivas, com o intuito de gerar emprego e renda.

“A unidade tem como proposta ser um local capaz de contribuir para o desenvolvimento rural sustentável do Estado, por meio da geração e difusão de conhecimento e tecnologia na área do agronegócio e da agricultura familiar”, garante o pesquisador Adailson Pereira.

Segundo o professor, a Paraíba carece de laboratórios que tenham esses propósitos. Além de atender às necessidades mais urgentes dos produtores, pesquisas também serão empreendidas no local.

“Os estudos prioritários são reformular as tabelas de recomendação de adubação para as principais culturas do Estado, mapear a fertilidade dos solos da Paraíba e fornecer subsídios para os estudos de zoneamento agrícola.”

O docente também adianta que serão desenvolvidos procedimentos biotecnológicos para aumentar a eficiência dos sistemas produtivos agropecuário e florestal, alinhados às metas do Plano ABC da Paraíba, que têm o intuito de promover uma agricultura de baixa emissão e carbono.

Ascom/UFPB