Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > Como as universidades podem ajudar a transformar o ambiente de inovação?

Notícias

Como as universidades podem ajudar a transformar o ambiente de inovação?

Você sabia que as universidades brasileiras têm sido consideradas protagonistas no fortalecimento do Sistema Nacional de Inovação?
por publicado: 19/11/2015 10h15 última modificação: 19/11/2015 15h17
Você sabia que as universidades brasileiras têm sido consideradas protagonistas no fortalecimento do Sistema Nacional de Inovação?

Se pensarmos que grande parte do investimento em pesquisa no país concentra-se nelas, não precisa ir muito longe para concluir que elas também representam uma poderosa fonte de conhecimento novo, propícia para a inovação.

A pergunta é: o que as universidades podem fazer para que esse conhecimento desenvolvido nelas chegue às empresas?

Indagamos às principais universidades brasileiras que ações elas têm promovido para estimular parcerias com o setor produtivo e quais resultados elas acreditam ter alcançado.

Na verdade, estamos num ambiente de construção de uma nova forma de pensar e agir na universidade e, respeitando as diferenças regionais, temos alguns exemplos de iniciativas que queremos compartilhar com vocês.

Algumas universidades, através de seus Núcleos de Inovação Tecnológica – NIT – (ou Agências de Inovação) têm agido também de forma proativa para estimular um diálogo com as empresas e estabelecer novas parcerias.

Os NIT podem, por exemplo:

1. Promover encontros entre pesquisadores e empresas para estimular o networking entre esses atores,

2. Participar de eventos empresariais para divulgar as pesquisas da universidade,

3. Prospectar e contatar possíveis parceiros via telefone, email ou site das empresas e ainda,

4. Disponibilizar em seus sites ferramentas de busca de competências tecnológicas para aquelas empresas ou empreendedores identificarem dentro do corpo docente da universidade um possível parceiro.

Aqui temos alguns exemplos dessas ferramentas de busca disponibilizadas pelas universidades:

Universidade:

Ferramenta:

USP                       MAPA DO CONHECIMENTO
UNICAMP COMPETÊNCIAS UNICAMP
Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) SIMC

As estratégias e iniciativas podem variar de acordo com o tamanho e fôlego dos NIT para desenvolverem as atividades, mas de uma forma geral, as universidades que responderam nossa enquete têm conseguido atuar em diferentes frentes para divulgar suas pesquisas e interagir com o setor produtivo.

Vejam o quadro das iniciativas abaixo:

F2

Podemos dizer que os resultados dessas ações são positivos e representam um grande impulso às interações com o setor produtivo.

Há um despertar para as possibilidades de parceria e um aumento na procura pelas empresas por projetos ou tecnologias da universidade, além de haver um movimento de disseminação da cultura da inovação no ambiente universitário.

Os resultados são animadores! Confiram abaixo:

.

O interessante dessa rápida enquete foi descobrir que a disseminação da Cultura da Inovação dentro da universidade foi o resultado comum a todos os entrevistados.

Esse é um dos maiores ganhos não só para o momento presente, mas também para gerações futuras.

Isso porque o estudante que hoje está imerso num ambiente universitário em que se incentiva as parcerias com empresas, será o empresário, gestor, funcionário do futuro que reconhecerá a universidade como uma das principais fontes de informação para inovação.

Além disso, os alunos de pós-graduação envolvidos em projetos de cooperação com o setor produtivo terão sua formação completa (teoria e prática aplicada) e, caso ingressem no ambiente acadêmico ou privado, terão um novo olhar para as relações de parceria com empresas.

E, com toda certeza, ambos os resultados nos ajudarão a mudar completamente a triste estatística publicada pela PINTEC 2011, onde apontava que, para as indústrias brasileiras, as universidades estão em 12º lugar quando o assunto é fonte de informação para inovação.

.

Essas estatísticas mostram o quanto de trabalho ainda temos a fazer para mudar essa realidade e estreitar os laços entre universidade e empresa. Entretanto, acredito que estamos no caminho certo!

Tentamos ultrapassar das formas mais criativas os obstáculos que nos são apresentados. Ninguém nos disse que seria fácil, mas como diz o poeta Fernando Pessoa: “Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena”!

E na sua universidade? Que ações têm sido tomadas para incentivar a relação de parceria entre sua universidade e as empresas da sua região ou do seu país?!

Compartilha com a gente e nos ajude a fazer do nosso país um lugar de excelência em Inovação!

*Um agradecimento especial a todas as universidades que responderam nossa enquete. Muito obrigada!

.  Fabiana Holanda

Apaixonada pelo tema Transferência de Tecnologia e Interação Universidade-Empresa, atuou como Agente de Inovação na Universidade Estadual de Santa Cruz estabelecendo parcerias para Pesquisa e Desenvolvimento entre o setor produtivo e a universidade. Atualmente é Mestranda no Programa de Pós Graduação em Inovação Terapêutica da Universidade Federal de Pernambuco e integrante (com orgulho!) do Grupo Cultural Brincante Popular.

FONTE: Nexta.